Bluspe


Venho falar de mim. Uma voz que só podia se manifestar por si mesma, por outra voz seria corrompida.

É para isso que veio.

Manifestação.



Escrito por Luspe às 00h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

Comprei uns livros num sebo e deixei todos guardados para o "momento" em que eu os lesse. Depois de um tempo quando estou começando a ler o primeiro capítulo, vejo um pequeno ponto de purprina brilhar na página do livro. Tudo esta ligado.



Escrito por Luspe às 02h38
[   ] [ envie esta mensagem ]




Inércia: tudo que está em repouso tende a permanecer em repouso.

Preguiça: pecado

Desculpa dada por mim para não resolver pequenos detalhes do dia-a-dia que não me impedem de viver: não quero depender dessas coisas nem super-valorizá-las.

Exemplo dessas coisas: privada com o botão quebrado (mas funcionando perfeitamente), tem uma peça da pia que soltou, mas também funciona perfeitamente, a porta da sala que tem em cima da garagem bateu (e daí?), etc.

Olha só um exemplo ótimo: aprender a usar o blog com esses artifícios e tudo mais (será que dá pra colocar foto?)

Acho bom eu parar de ler posts anteriores e simplesmente seguir em frente.. eu consigo!



Escrito por Luspe às 04h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




  É muito fácil, no primeiro dia de aula, o professor se dirigir a uma turma informando que não tem preconceito nenhum (?!) por nada! Logo no primeiro exemplo usado em sala, "lembrar" a todos da turma que existem os homens e as mulheres, mas no meio tem uma coisa que é diferente: os gays.

Homens - GAYS - Mulheres (uma coisa meio assim)

  Muito respeito às diferenças tem esse professor que elogia e enaltece a naturalidade de um casal de namorado e namorada que se abraçavam no fundo da sala e, momentos depois ressalta como "seria estranho" se os dois rapazes da frente estivessem se abraçando.

  Sem contar com a sua tentativa desesperada de manter um comportamento heterossexual na sala de aula, sempre querendo colocar as meninas com meninos bonitos, e os meninos (pobre de mim) com meninas bonitas.



Escrito por Luspe às 04h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




   Temos que provar coisas para as pessoas o tempo todo. Se encontramos um vizinho temos que provar pra ele que somos educados. Na faculdade temos que provar aos nossos colegas ou que sabemos seus nomes, estudamos ou que nos preocupamos com o meio-ambiente ou mesmo que não queremos nada com nada.

   Temos que provar quem somos, se somos legais, burros, se somos feios, temos que provar que sabemos disso, nada pode ficar implícito. Até quando se atende o telefone temos que provar à pessoa da linha tudo que for possível provar: educação, articulação, decisão, e concernimento.. Até pra nós mesmos temos que provar que somos capazes de tudo aquilo que se espera da nossa capacidade.

   Entenderam porqque fujo dos vizinhos e não atendo muito ao telefone?



Escrito por Luspe às 12h14
[   ] [ envie esta mensagem ]




Primeiro post.

O que postar?

Por que tenho um blog? Devo ter algo a dizer. O quê?

Insônia



Escrito por Luspe às 02h43
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


x
 



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, NAZARE, Homem, de 20 a 25 anos
ICQ - 100941351
Histórico
  12/11/2006 a 18/11/2006
  05/11/2006 a 11/11/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006


Outros sites
  Perversões mentais doentias
Votação
  Dê uma nota para meu blog